Autarquia lança Orçamento Participativo Municipal

Estarreja quer envolver os cidadãos

Pela primeira vez na história do Município e integrando um movimento pioneiro na Região de Aveiro, a Câmara de Estarreja pretende implementar o Orçamento Participativo Municipal (OPM) para ter efeitos em 2015

Sexta, 29 de Novembro 2013

Pela primeira vez na história do Município e integrando um movimento pioneiro na Região de Aveiro, a Câmara de Estarreja pretende implementar o Orçamento Participativo Municipal (OPM) para ter efeitos em 2015, com o objetivo de aprofundar a ligação da autarquia com os seus Munícipes. Os estarrejenses terão voz ativa no planeamento e poderão contribuir com as suas ideias, que serão posteriormente votadas.
 
A medida incentiva a cidadania ativa, sendo um instrumento de fundamental importância na estratégia da Câmara Municipal, promovendo a participação e envolvimento dos munícipes nas dinâmicas de governação e na definição de prioridades.
 
A opção estratégica agora assumida pelo executivo liderado por Diamantino Sabina é, aos olhos do presidente, “um instrumento de participação ativa e direta dos cidadãos! Um claro fator de aproximação do cidadão à gestão municipal, configurando este modelo a democracia participativa no seu sentido mais estrito”.

Ao ser inscrita uma verba no Plano de Atividades e Orçamento do Município destinada às propostas vencedoras, os cidadãos podem ver aplicadas no terreno as suas ideias.
 
O presidente do Município sublinha ainda que Estarreja se coloca no pelotão da frente na Região de Aveiro, uma vez que no grupo dos 11 municípios que integram a Comunidade Intermunicipal, apenas Aveiro corporizou esta medida.
 

A implementação desta metodologia tem como principais objetivos:
 
• Promover a participação informada, ativa e construtiva dos munícipes;
• Aproximar os munícipes da autarquia, aumentando a transparência da atividade governativa;
• Contribuir para a modernização administrativa;
• Fomentar uma sociedade civil dinâmica e coesa;
• Conhecer e responder às reais necessidades e aspirações da população.