Quintas de Cinema: "Estive em Lisboa e lembrei de você"

Esta quinta-feira, no Cine-Teatro de Estarreja, será exibida a longa-metragem “Estive em Lisboa e lembrei de você” de José Barahona. Após o filme o espaço de debate estará aberto, numa conversa em torno do cinema e da imigração brasileira.

Quarta, 19 de Abril 2017


Esta quinta-feira, 20 de Abril, pelas 21h30, nas “Quintas de Cinema”, no Cine-Teatro de Estarreja será exibida a longa-metragem “Estive em Lisboa e lembrei de você” de José Barahona.

O filme é uma co-produção luso-brasileira realizada por José Barahona e baseada no livro homónimo de Luiz Ruffato, um dos nomes de destaque da literatura contemporânea brasileira, e aborda o tema da imigração.

Sérgio, um modesto funcionário da Companhia Industrial de Cataguases, no estado brasileiro de Minas Gerais, sofre uma reviravolta na  sua  vida: a sua mulher enlouquece,  ele  perde  o  emprego  e  a custódia  do  filho. Decide emigrar para Lisboa, a conselho dos amigos, em busca de oportunidades de trabalho para recompor a sua vida. Ao chegar, Sérgio é confrontado com a dura realidade da imigração; o dia-a-dia e o contraste cultural vão revelar um lugar diferente daquele com que sonhara.

Cineasta português, José Barahona formou-se na área de som e trabalhou com Manuel Mozos, Fernando Vendrell e Rita Azevedo Gomes. Realizou duas longas-metragens (Buenos Aires Hora Zero, 2004, e O Manuscrito Perdido, 2010), e este filme é quase o espelho do seu percurso. No sentido inverso do filme, José Barahona saiu de Portugal e emigrou para o Brasil.

Após o filme o espaço de debate estará aberto, numa conversa em torno do cinema e da imigração brasileira. Na conversa participará Maria Gabriela Benedeti, 28 anos, brasileira. Estudante do Mestrado em Audiovisual Digital da Universidade de Aveiro, vive em Portugal há 7 anos.

Esta sessão é a quarta de uma série de conversas que vão decorrer no ciclo "Quintas de Cinema".

As “Quintas de Cinema” resultam de uma parceria da Câmara Municipal de Estarreja/ Cine-Teatro e Cine-Clube de Avanca e contam com o apoio do ICA/Ministério da Cultura.