Estarreja celebra 13 anos de Cidade

Esta noite, concerto de Coros e Orquestra Clássica da Escola Artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian com entradas livres

Sexta, 26 de Janeiro 2018


Assinalando o 13º aniversário da elevação de Estarreja a Cidade, os Coros e a Orquestra Clássica da Escola Artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Aveiro (EACMCGA) apresentam-se em concerto no palco do Cine-Teatro de Estarreja, às 21h30, com entradas livres. A 26 de janeiro de 2005 era publicada a Lei nº3/2005 que oficializava o novo estatuto da, até então, Vila de Estarreja. Sendo a Cultura um dos fatores marcantes para o desenvolvimento do município, é com música que se celebra a efeméride.

 

A EACMCGA apresentará um concerto coral sinfónico, com a participação de coros e orquestra clássica, sob direção de Carlos Pires Marques. Do programa constam obras de L. Van Beethoven, W.A. Mozart e A. Vivaldi.

 

Berço de Bandas Filarmónicas centenárias que tem sabido renovar as suas fileiras qualitativamente, Estarreja viu, no ano transato, concretizar-se um anseio merecido, com a abertura de um Polo do Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian. Esta distinta Escola Artística tem sido, e continua a ser, responsável pela formação de muitos dos jovens talentos estarrejenses e, nesta noite de Festa, sobe ao palco a convite do Municipio.

 

“Com o caminho que vimos percorrendo, Estarreja tem vindo a diferenciar-se na Cultura”, acrescenta Diamantino Sabina, Presidente da Câmara Municipal. Hoje, 13 anos depois de reconhecido o seu estatuto, nesta cidade de pequena dimensão “os nossos filhos têm das melhores condições para estudar e crescer, praticando desporto e aprendendo música, vendo e vivenciando um Concelho Culturalmente Apelativo e Socialmente Integrador!”.

 

Exposição de fotografia nos Paços do Concelho

 

“É(ra) assim...” é o nome da exposição comemorativa que está patente ao público no Edifício dos Paços do Concelho. Já no século VI se falava no lugar do Antuã, nome do rio que lhe serviu de berço. Estarreja, elevada a cidade em 2005, é sede de um concelho que veste na palavra Património o seu mais digno sinónimo.

 

Partindo da convicção de que a fotografia também faz história e aviva memórias, o Arquivo Municipal de Estarreja exibe um conjunto de fotografias do seu espólio documental, mostrando costumes, tradições, locais, edifícios e pessoas, recordando o passado, celebrando o presente e de olhos postos no futuro.

 

Para o concerto desta noite, o levantamento de bilhete é obrigatório na Bilheteira do Cine-Teatro de Estarreja, até 1 hora antes do início do espetáculo. A entrada é sujeita à lotação da sala.