Recordar o Mercado Antigo com a iniciativa “Fotos à Janela”

As memórias das Festas de Santo António, da Cidade e do Município de Estarreja, que nos tocam o coração porque fazem parte de nós, este ano serão reinventadas.

Terça, 26 de Maio 2020


Devido às restrições impostas na sequência do novo coronavírus, a Câmara Municipal de Estarreja promove a iniciativa “Fotos à Janela”, aberta a toda a comunidade, com o objetivo de celebrar e preservar a inestimável herança cultural estarrejense, mantendo vivas as nossas raízes. 

Em 2020, a programação das Festas de Santo António, da Cidade e do Município de Estarreja é necessariamente diferente, mas não podíamos deixar de assinalar esta festividade tão importante para o Município. A iniciativa “Fotos à Janela”, que decorrerá por todo o concelho, pretende levar-nos de volta a um mundo que já foi nosso, mas também retratar o momento que vivemos. Por isso, todos os estarrejenses são desafiados a trajar à moda antiga e a deixarem-se fotografar à janela pelos fotógrafos locais Carlos Marques, Camilo Rego e Abel Cunha. Assim, pretendemos alcançar um momento de união das gentes da nossa terra que não esquecem o passado, e que têm a capacidade, ainda que da janela, de olhar o futuro!

Acreditamos que através deste projeto, contaremos histórias extraordinárias sobre uma sociedade e o seu contexto. Memórias e imagens que podem atravessar gerações porque fazem parte de nós!

Os interessados devem submeter a sua inscrição até ao dia 6 de junho, sábado, através do preenchimento de um formulário online, ou no GAME, Gabinete de Atendimento ao Munícipe de Estarreja, podendo inscrever-se apenas para a iniciativa “Fotos à Janela” e também para o concurso de “Melhor Traje”.  As fotografias de todos os participantes serão publicadas  nos suportes digitais da autarquia, no dia 13 de junho, sábado, onde será também anunciado o vencedor do “Melhor Traje”.

O Mercado Antigo, que tem como tradição abrir as Festas de Santo António, da Cidade e do Município de Estarreja, proporciona uma viagem no tempo e assegura a valorização e defesa das memórias, do património e tradições locais.

Em 2021 esperamos voltar com esta recriação histórica do Mercado Antigo, na Praça Francisco Barbosa, relembrando o quotidiano até ao início do séc. XX com espaços de venda, encenações, trajes, artesanato, comes e bebes, costumes e ofícios e música tradicional num rebuliço de feira popular que atravessa gerações. 

- Normas da iniciativa 
- Formulário Online