"Descobrir e Experienciar Estarreja" – Novas datas

Evento Cultural


As iniciativas do programa “Descobrir e Experienciar Estarreja” agendadas para o passado fim de semana foram adiadas na sequência do cumprimento do luto nacional de três dias (11 a 13 de setembro) decretado pelo falecimento do antigo Presidente da República, Jorge Sampaio.

Os espetáculos foram todos reagendados para as seguintes datas:

17 e 18 set. 22h00, 22h20, 22h40, 23h00, Praça Francisco Barbosa
ESPETÁCULO AUDIOVISUAL, por JOÃO MARTINHO MOURA
Espetáculo vídeo mapping de celebração da história da cidade, o seu património urbano, arquitetónico, paisagístico e etnográfico, com especial enfoque dado à Ria de Aveiro e à arte em espaço público.
João Martinho Moura desenvolve o seu trabalho na área das media arts desde o início da década de 2000. A sua obra foi apresentada internacionalmente, em mais de 18 países, algumas exibições à escala de cidades.

18 set., 18h00, Cais do Esteiro de Salreu / BioRia
Concerto SIMON KEMPSTON (Escócia)
Simon Kempston apesar de ainda bastante jovem é já considerado um dos mais inspirados compositores e letristas vindos da Escócia, além de talentoso guitarrista fingerstyle. A sua paixão pelas paisagens celtas, bem como as suas viagens, principalmente à Europa Oriental, têm uma influência muita marcada nas suas letras. O músico já atuou em alguns dos mais prestigiados festivais europeus, onde tem recolhido inúmeras críticas bastante elogiosas.
Simon Kempston guitarra, voz

19 set., 17h00, Cais do Esteiro de Salreu / BioRia
Concerto VALTER LOBO (Portugal)
Depois de “Mediterrâneo”, que se começa a afigurar como um álbum de culto no que toca à escrita de canções em português por artistas independentes, Valter Lobo apresenta um novo conjunto de canções que retratam bem a forma romanceada da visão que o autor tem do mundo, sempre temperada por uma melancolia.
Valter Lobo voz, guitarra

23 set., 21h30, Cine-Teatro de Estarreja
Concerto DUANE FORREST (Canadá)
A sonoridade única deste cantor e compositor caracteriza-se como uma mistura de jazz, reggae, bossa nova e soul e é influenciada pelas suas viagens pelo mundo. A acústica quente de Duane Forrest consegue fazer despertar a nossa alma para o amor. Cantando em várias línguas, Duane tece bossa nova, reggae, jazz e soul.
Duane Forrest guitarra, voz

2 (15h e 17h) e 3 de outubro (11h, 16h e 18h) / Início no mural Guarda Rios, de Bordalo II – Parque Municipal do Antuã
CINESTÉSICO, VISITA DANÇADA ESTAU - Arte Urbana
Nova produção artística onde con­fluem várias artes, dando corpo a um exercício multidisciplinar e inclusivo através de sete composições coreográficas originais.
Dança, música e texto vão dialogar com a pintura - sete icónicos murais da cidade - para estimular a perceção individual do espectador para a Arte Urbana, e, ao mes­mo tempo, contextualizando-a na geome­tria social da zona em que se inserem.
Ana Guilherme Ruano Cardoso Criação e Interpretação Diogo Marques Produção Técnica
Lotação limitada [ Inscrições neste formulário https://bit.ly/cinestesico ]

9 de outubro » Parque Municipal do Antuã
16h30 A CADEIRA PORTUGUESA, INSTALAÇÃO ARTÍSTICA DE DIOGO AGUIAR STUDIO
A homenagem à “Cadeira Portuguesa”, também conhecida por “5008”, o seu número de referência, está também inserida nas comemorações do 100.º aniversário da ADICO (dezembro 2020 a dezembro 2021), marca de fabrico de mobiliário metálico fundada em 1920 por Adelino Dias Costa, em Avanca. Diogo Aguiar Studio irá reinterpretar esta peça icónica do design nacional, desde a década de 30 a adornar as esplanadas portuguesas. Mais do que uma simples cadeira, é um símbolo da portugalidade reconhecido internacionalmente.

17h00 Concerto LUCA ARGEL (Brasil)
A música de Luca Argel tateia com ternura as palavras. O seu samba seduz na doçura e singeleza, sorve o quotidiano e transforma-o. Através de guitarra e percussão com objetos de cozinha, desenha um som enxuto para destacar a arte poética de canções atravessadas pelo humor e pela força lírica das minúcias do mundo. Corriqueiro à superfície, político nas entrelinhas. Porque mesmo quando o mundo está doente, o melhor é seguir cantando e sorrindo. O autor do hino do Carnaval de Estarreja, “Sorria”, é sempre bem-vindo.
Luca Argel voz e guitarra, Carlos César Motta bateria, Neném do Chalé percussão, Pri Azevedo teclas, Cláudio César Ribeiro guitarra elétrica


:: Entrada gratuita


[Programação Cultural em Rede - Projeto “Descobrir e Experienciar novos territórios Estarreja/ Aveiro/ Covilhã | Financiada a 100% pelo Programa Operacional Regional do Centro 2020]
 


Datas
2021-09-17 00:00:00 a 2021-09-19 00:00:00
2021-09-23 00:00:00 a 2021-09-19 00:00:00
2021-10-02 00:00:00 a 2021-10-03 00:00:00