Veiros: Aquisição de imóvel para futura sede da Junta de Freguesia

Terça, 09 de Fevereiro 2010

A Junta de Freguesia de Veiros assinou a escritura de compra da sua futura sede, após um longo, complexo e persistente processo. O acto realizou-se na Conservatória do  Registo Predial de Estarreja, entre esta entidade e a Caixa Geral de Depósitos, detentora do imóvel, após compra em hasta pública.

A aquisição vai permitir à Junta mudar para novas instalações, na Rua Francisco Sousa, número 15. O edifício localiza-se em frente ao futuro Centro de Dia da Filantrópica Veirense. Ainda não há uma data definida para a mudança, pois são necessárias obras de adaptação da antes moradia.

Integrando a visão assumida pelo Município para o futuro do centro cívico, a aquisição do imóvel tem o apoio da Câmara Municipal que, no ano passado e em 2008, deliberou atribuir à Junta de Freguesia de Veiros um subsídio no valor total de 40 mil euros, decorrente da política municipal de apoio à aquisição de sedes de Junta de Freguesia.
 
A Junta vai agora poder abandonar as actuais exíguas instalações e passar a ter uma sede condigna e com excelentes condições para receber os Veirenses.


Novo Centro Cívico

A futura Praça do Centro Cívico de Veiros será criada na área que hoje serve de estacionamento, a Sul do Pavilhão Desportivo, incluindo o espaço ocupado pelo actual edifício da Junta de Freguesia, a demolir. Numa primeira fase, a área de intervenção abrange também o antigo jardim (em frente ao Clube) que será recuperado. A área total de intervenção é de 3400 m2.

O projecto da Câmara Municipal, acordado com as entidades locais, assume a revitalização de um espaço chave de identificação da imagem da freguesia, como forma de reforçar a sua centralidade e de o vocacionar para actividades de carácter cultural e social, mas também, a requalificação urbanística e valorização ambiental, melhorando a acessibilidade e conforto. Veiros integrará assim a estratégia do município de beneficiar os espaços centrais das nossas localidades.

Previsto está, numa fase posterior, o prolongamento do Centro Cívico até à futura sede da Junta, ao Centro de Dia da Filantrópica Veirense e Escola do Pinheiro.