Bolsas Sociais EPIS 2022: candidaturas abertas

Candidaturas até ao dia 23 de setembro de 2022.

Terça, 02 de Agosto 2022


São 163 as Bolsas Sociais a atribuir este ano pela EPIS – Empresários Pela Inclusão Social, num valor recorde de investimento de 337 mil euros, com o apoio de 35 investidores sociais. Especial destaque para a Cires, empresa parceira sediada em Estarreja, que atribuirá bolsas de estudo a alunos que estudem ou residam no concelho e que tenham concluído com sucesso o 9.º ano de escolaridade. 

A Associação EPIS – Empresários Pela Inclusão Social, criada em 2006 por empresários e gestores portugueses, na sequência de uma convocatória à sociedade civil feita pelo Presidente da República, tem desenvolvido em Estarreja desde 2012, em resultado da parceria com o Município de Estarreja e com a colaboração dos Agrupamentos de Escolas de Pardilhó e de Estarreja os seus projetos de intervenção cívica na área do combate ao insucesso e ao abandono escolares, com particular atenção à potenciação e capacitação de jovens em risco que frequentam o 1.º, 2.º e 3.º ciclos de escolaridade e à disseminação de boas práticas de gestão nas escolas.
Como refere a Presidente da Direção da EPIS, Leonor Beleza, "o desafio atual do ensino superior passa, em grande medida, pela igualdade de acesso para todos os jovens, em especial os que, tendo mérito académico, pertencem a famílias com menos capacidade económica para suportar 3 a 5 anos de investimento para um ou mais filhos, muitas vezes deslocados da sua residência. Deste modo, um sistema de bolsas de estudo com ampla cobertura parece ser fundamental para ultrapassar este desafio no final da década.”

Este programa tem cobertura nacional, podendo candidatar-se todas as escolas, instituições e alunos de Portugal (Continente, Açores e Madeira). Nesta 12.ª edição do programa de bolsas sociais destaca-se a aposta na qualificação superior de todos os jovens a estudar em Portugal e das 163 bolsas a atribuir, 55 são destinadas para apoiar alunos durante a licenciatura, 29 para apoiar mestrados, 69 para o ensino secundário e 10 para apoiar a orientação, formação e inserção profissional de jovens adultos com necessidades especiais. Os jovens premiados nesta edição terão também a oportunidade de participar em programas de mentoring, com voluntários colaboradores dos investidores sociais, enquanto a bolsa estiver em vigor. Em sequência do contexto de guerra que se vive na Europa, a EPIS alargou este programa a jovens estudantes de famílias refugiadas ou deslocadas, a estudar no país.

Desde 2011, as Bolsas Sociais EPIS permitiram o apoio a 109 escolas e organizações através da atribuição de 735 bolsas, num investimento de 1.259 mil euros, possíveis com o apoio de 75 investidores sociais e 46 doadores individuais, através de 189 parcerias.

Regulamento 
Formulário de candidatura